Foram várias as Indicações nesta quinta-feira

por Administrador publicado 01/03/2018 15h00, última modificação 06/03/2018 15h20
No pequeno expediente, fez uso da palavra o primeiro orador inscrito, Sr.ª Vereadora Creusa Maria, pedindo desculpas pela sua ausência na última sessão, informando que foi por motivo de saúde de sua irmã. Agradeceu pelas máquinas que foram enviadas para a região do Sena e Atalho, ressaltou que há falta de materiais para a obra, afirmou que somente passar a máquina não adianta. Em seguida solicitou agilidade para solucionar a falta de Agente de saúde na região do Beira Rio, Sena e atalho. Na sequência, comentou sobre sua solicitação através de indicação para que seja disponibilizado um carro de saúde para auxiliar a comunidade da Pururuca quando diante das necessidades da população local.

12.jpg

Na sequência, fez uso da palavra o segundo orador inscrito, Sr. Vereador Alexsandro Carvalho, comentando sobre indicação de sua autoria a qual requer quebra-molas em diversos pontos do município. Sugeriu uma reunião com Adelson para solucionar questões referentes à falta de quebra-molas. Posteriormente, comentou sobre projeto de Resolução referente à antecipação das eleições para a presidência da Câmara Municipal, solicitou apoio dos demais parlamentares, pois necessita da assinatura de 6 (seis) parlamentares para que a propositura seja encaminhada ao plenário.

1.jpg

Posteriormente, fez uso da palavra o terceiro orador inscrito, Sr. Vereador Gildásio Pereira, comentando sobre sua experiência como parlamentar e o benefício desta para a busca de recursos para a comunidade.

Na sequência, fez uso da palavra o quarto orador inscrito, Sr. Vereador Fábio Frank, discorrendo sobre a informação prestada pelo vereador Alexsandro carvalho referente ao Centro de Especialidades, este informou não haver atendimento médico de dermatologista e neurologista e quem comparecia ao centro de especialidades à procura de neurologistas recebia um papel indicando um médico na capital. O Vereador Fábio Frank explicou que a dermatologista pediu exoneração para prestar auxílio à sua mãe que se encontra doente. Em relação ao neurologista informou que a prefeitura está contratando outro, mas a especialidade é mais difícil de encontrar.

3.jpg

Na ordem do dia, foi submetido à discussão o projeto de Lei nº 01/2018, de autoria do Sr. Vereador Josivaldo Alves Santos, o qual institui o Programa Municipal de Equoterapia como opção terapêutica de saúde pública para pessoas com deficiência e/ou com mobilidade reduzida e/ou com outras necessidades específicas no âmbito da cidade de Lagarto. Em discussão, a Sr.ª Vereadora Creusa Maria informou que o projeto de lei é benéfico e só compreende a sua importância aqueles que têm familiares ou conhecidos que necessitam do serviço. Afirmou que o mesmo é eficaz. O Sr. Vereador Josivan Rodrigues demonstrou apoio à aprovação da propositura, da mesma forma se expressou o Sr. Vereador José Luís. O Sr. Vereador Fábio Frank afirmou que o projeto é brilhante e que espera que outros prefeitos adiram ao projeto em outros municípios. Logo após, foi o projeto de lei submetido à votação tendo sido aprovado por unanimidade.

Em discussão, a Sr.ª vereadora Marta Maria comentou sobre a possibilidade de uma greve dos servidores do Poder Legislativo por motivo da falta de reconhecimento. Ressaltou a necessidade de alguns servidores receber auxílio transporte. Afirmou que há condições já que o repasse da câmara teve um aumento de 40 mil em 2018. O Sr.  Vereador Fábio Frank informou que o repasse da câmara ainda está com o valor igual ao do ano passado nesses dois primeiros meses. O Sr. Vereador Clayton Moore informou que é constitucional o previsto na propositura.

No grande expediente, fez uso da palavra da palavra o primeiro orador inscrito, o Sr. Vereador Josivaldo Alves, comentando sobre projeto de lei de sua autoria afirmando que o mesmo é apenas uma regularização, legalização do que já ocorre de fato, informou que no projeto há a participação até mesmo de pessoas de outros estados. À parte, o Sr. Vereador José de Carvalho informou que o projeto da equoterapia é realizado pelo vereador Josivaldo há muito tempo. O Vereador Josivan Rodrigues parabenizou o projeto de lei e que há vários usuários da Colônia Treze. Retomando a fala, o Sr. Vereador Josivaldo Alves afirmou que foi Deus quem colocou o projeto em sua vida.  Em seguida discorreu sobre a percepção da população em relação ao Vereadores, bem como sobre a imprudência dos usuários de moto no município.

8.jpg

Em seguida, fez uso da palavra o Sr. Vereador Alexsandro de Carvalho, comentando sobre a preocupação de alguns moradores da região onde será feito o aterro. A população de forma equivocada está acreditando que será feita transferência do lixão. Sugeriu uma reunião com a população local para que seja esclarecida a situação. À parte, a Sr. ª Vereadora Marta Maria comentou sobre a comunicação equivocada em relação ao aterro, sugeriu que seja explicada a situação através de emissoras de rádio, panfletos, audiências. Retomando a fala, o vereador Alexsandro ressaltou que o local bem como o seu acesso é viável, afirmou ser um desenvolvimento para o município.  À parte, o Sr. Vereador Clayton Moore parabenizou o vereador Alexsandro afirmando que no mundo afora o aterro é uma tecnologia defasada, porém para Lagarto significa um avanço. Informou que deseja que tudo ocorrem com ordem. À parte, o Sr. Vereador Josivaldo afirmou que o lixão é proibido e que deve ocorrer a conscientização acerca do benefício do aterro sanitário. Retomando a fala o vereador Alexsandro afirmou ser benéfico a reunião com a população para que a mesma fique esclarecida. Comentou também sobre a possibilidade de um novo estabelecimento para o Poder Legislativo.

Posteriormente, o Sr. Vereador José Jenilson comentou sobre o projeto de lei que aumenta o valor venal e IPTU, o qual foi aprovado pela maioria no dia 14 de dezembro, ressaltou que os boletos do IPTU foram feitos antes da data de publicação da lei. Solicitou ao líder da situação que, juntamente com o procurador do município, seja analisada a situação. À parte, o Sr. Vereador Clayton Moore convocou comissão de finanças da casa para que esta busque esclarecimentos sobre o erro cometido pelo Executivo. À parte, o Vereador José de Carvalho pediu melhorias na iluminação na escola Suécia até o povoado jardim Campo Novo. O Vereador José Jenilson através de reprodução de áudio de cidadão, em sessão, demonstrou a falta de remédio e dentista no município.

11.jpg

Em seguida fez uso da palavra, o Sr. Vereador Clayton Moore discorreu sobre o papel do vereador, bem como sobre a necessidade de despertamento dos mesmos. Em seguida comentou sobre o projeto dos estudantes secundaristas o qual solicita psicólogos nas escolas, informou que no dia 16 de março acontecerá o congresso da união lagartense de estudantes. Em seguida comentou sobre o precário atendimento dos estabelecimentos bancários, sugeriu que os demais parlamentares fossem até os bancos em busca de informações sobre esta situação.

Logo após, fez uso da palavra o Sr. Vereador Carlos Eduardo, tecendo comentários sobre o aterro sanitário e morosidade no atendimento hospitalar no município, solicitou que os parlamentares se reúnam para averiguar a situação mencionada. Em relação à iluminação pública do Povoado Colônia Treze informou que procurou Lúcio para procurar solução, o mesmo afirmou que enviou mais de duzentas lâmpadas para a Cercus.

9.jpg

Em seguida fez uso da palavra o sr. Vereador Gildásio Pereira informando que a sua viagem à Brasília não estava programada, informou que serão destinados 400 mil para realização de calçamento da Colônia treze. Afirmou que ainda não recebeu as diárias correspondentes aos três dias que esteve em Brasília em busca de recursos.

Em seguida fez uso da palavra o Sr. vereador Fábio Frank comentando sobre a falta de pagamento do repasse para o lagartense, Asilo Santo Antônio e Fazenda esperança. O Lagartense não recebeu ainda porque não encaminhou à prefeitura o projeto para que posteriormente fosse repassado o valor. Já o Asilo Santo Antônio não houve o repasse por que o atual presidente está em processo na justiça por improbidade administrativa. Já a fazenda esperança não encaminhou a prestação de contas referente ao ano de 2017 e o plano de trabalho de 2018.

Posteriormente, fez uso da palavra a vereadora Marta Maria convidando a todos para a inauguração da casa de Dom Mário, no próximo domingo, na fazenda esperança. Solicitou ao vereador Fábio Frank o laudo da equipe técnica do centro dos idosos.  Em seguida comentou sobre a precariedade da segurança no município bem como a necessidade de um carro potente para a Guarda Municipal.

7.jpg

Logo após fez uso da palavra o vereador Josivan rodrigues sobre a falta de segurança no município, afirmou que os cidadãos lagartenses estão sendo reféns da marginalização. Afirmou que a população paga altos impostos, portanto merece o retorno.

 

Nada mais havendo a ser tratado, o Sr. Presidente declarou encerrada a presente sessão convocando a próxima para o dia 06 de março.