Vários assuntos são descutidos na Sessão desta quinta-feira

por Administrador publicado 12/04/2018 15h00, última modificação 21/04/2018 01h13
No pequeno expediente da sessão desta quinta-feira, 12, o primeiro vereador a usar a palavra foi Clayton Moore, relatando que tem a favor dos parlamentares o regulamento interno que ampara os direitos dos mesmos, assim como também para com a empresa que irá explorar o matadouro, sem repasse financeiro para o município.

O segundo orador, JC informou que participou de um congresso em Paulo Afonso (BA) que se tratava sobre aspectos voltados para o regimento interno da Câmara e relatou que precisam de uma atualização urgentemente.

 

O terceiro inscrito, Alexandro Carvalho, comentou sobre a bomba que foi roubada no Alto da Boa Vista e no povoado Limoeiro, bem como sobre o requerimento que solicita a participação do professor Clécio Santana na tribuna da casa para falar sobre o curso do PRÉ-SEED, visto que há uma grande evasão de alunos, mas que o docente irá trazer alguns dados positivos que o cursinho tem obtidos.

 

 Na ordem do dia, foram aprovados os seguintes projetos:

 

- O de Resolução nº 02/2018, de Fábio Frank, que concede o título de cidadão lagartense ao senhor Carlos Magno Silva Santos;

 

- O de Resolução nº 03/2018, de autoria de Ibrain Monteiro, que concede o título de cidadão lagartense a senhora Mariana Emanuelle Barreto de Gois;

 

- O Requerimento nº 21/2018, que requer deliberação do regime de urgência especial do projeto de resolução nº 04/2018 que concede o título de cidadão lagartense ao senhor Rogério de Santana Alves.

 

No grande expediente, o primeiro orador, Clayton Moore, enfatizou acerca da publicação do edital para exploração do matadouro, sem consultar os vereadores. À parte, Alexandro Carvalho comentou sobre projeto de lei de sua autoria que visava dá concessão de uso aos feirantes.

 

A segunda inscrita, Marta da Dengue, opinou sobre a publicação nas redes sociais acerca do modo como se dá a situação dos feirantes de Lagarto. Realçou também que a situação no Mercado Municipal já precisando de manutenção. Enfatizou também a questão do fornecimento de água no povoado Olhos d’Água, assim como a situação das bombas que estão sendo roubadas em algumas localidades. Logo após, destacou sobre as casas do programa “Minha Casa, Minha Vida” no João Nogueira, visto que muitas pessoas que conseguem as casas, a vendem rapidamente, sendo necessária uma fiscalização maior. Adiante, a vereadora passou um vídeo que mostra um padre explicando como os filhos estão sendo criados nos dias vigentes, e ressaltou a importância dos pais cuidarem melhor dos filhos, com mais disciplina. À parte, o Vereador Josivan ressaltou que a segurança pública se resolve com planejamento familiar, e que já está na hora do município realizar um concurso público para com a Guarda Municipal. Finalizando sua fala, Marta relatou a relevância de os pais cumprirem com o dever de educar seus filhos.

 

O terceiro Vereador, JC, o mesmo relatou que não admite que teçam falatórios pelo fato de o mesmo ter entrevistado o prefeito Valmir Monteiro, ressaltando que os colegas da câmara devem ter o mesmo poder de liberdade. Aproveitou também para pedir coerência por parte dos líderes parlamentares da casa. À parte, Joselmo Simões, contribuindo com o vereador JC, informou que o radialista tem direito de entrevistar qualquer representante político. Opinando, Soró da Brasília informou que é importante e necessário que os parlamentares, tanto da base aliada como da oposição, se reúnam para que não haja prejuízo para ambas as partes.

 

A quarta inscrita, Creusa Maria, solicitou que os parlamentares possam criar uma comissão para visitar o diretor do antigo Hospital Regional, pois há falta de médico na unidade e muitos cidadãos ficam sem atendimentos. Solicitou também que a DESO possa fazer uma visita na comunidade Pururuca, pois há oito dias, a população está sem água. A mesma ressalta que os vereadores devem observar para a situação da população lagartense, enfatizando também que os colegas são funcionários do povo e que devem atender tão somente aos cidadãos. À parte, o Sr. Vereador Joselmo informou, no tocante a situação do hospital, depende do Governador Belivaldo Chagas e que os vereadores devem se reunir e buscar conversar com o mesmo. Mediante a isto, Clayton Moore, parabenizou pelas explanações da vereadora, e que a mesma deve continuar exercendo o bom trabalho para o provo.

 

O quinto inscrito, Alexsandro Carvalho, cedeu a parte, à Marta Maria disse ser necessário que os gestores andem nos povoados da cidade e observem a situação em que se encontram e as necessidades que por ali perpassam. Dando continuidade, Alexandro, a respeito do regimento interno, diz que os vereadores devem agir conforme este documento. Enfatizando o roubo da bomba do Povoado Limoeiro, passou imagens que mostram a situação do local onde foi efetivado o desfalque e solicita que os senhores vereadores busquem possíveis soluções para esta situação e que vai fazer um B.O. junto à comunidade. Informou também a da recuperação do calçamento em frente à Secretaria Municipal da Saúde, onde havia uma grande cratera. O mesmo relatou que saiu no Diário Oficial a publicação da reforma do C.E.O., que está há 4 ou 5 anos abandonado, e que a empresa CVA Ltda. foi a empresa ganhadora e que vai tentar, o mais rápido possível, conseguir a ordem de serviço para iniciar a reforma. Relatou também que o mesmo fez um requerimento para que o diretor da DER’2 possa falar sobre o avanço que a Escola Aberlado Romero tem dado com o programa “Educa Mais”. Em consonância, Clayton Moore aproveitou para falar que também participou do ensino integral e que é de grande valor este programa.